Mamoplastia Redutora

A mamoplastia redutora é indicada para pacientes com mamas grandes, com ou sem queda. Seios grandes e pesados podem diminuir a autoestima e independência das mulheres, pois dificultam o uso de roupas mais justas e a prática de atividades físicas.

O objetivo da cirurgia é melhorar a forma e contorno das mamas, adequar o volume às proporções do corpo da paciente e reposicionar as aréolas.

O procedimento consiste em reduzir a quantidade de tecido glandular e gordura das mamas, reduzir a quantidade de pele e flacidez das mamas, remodelar as mamas através de pontos internos que armam o tecido em forma de cone.

Nas técnicas mais usadas, as cicatrizes são em forma de um T invertido ou L que circunda a aréola, estende-se para baixo e segue a curva natural do sulco sob os seios. A extensão dependerá de tecido a ser removido. Como em qualquer outro procedimento cirúrgico, a presença de cicatrizes é algo inevitável. Entretanto, quando a cirurgia é bem planejada e executada, tenta-se escondê-las ao máximo, deixando-as posicionadas na mesma direção das linhas de força da pele.

Em alguns casos as cicatrizes poderão ser menos extensas, por exemplo, apenas ao redor das aréolas.

O bom resultado de qualquer cirurgia plástica depende de um pós-operatório cuidadoso e responsável. Não deixe de seguir as orientações do seu cirurgião.